Como a Teoria do Terceiro Lugar mudou a minha loja

11 de outubro de 2016 | 1 minutos para ler

Em nosso ebook, Falando sério sobre jogos informais, mencionamos a "Teoria do Terceiro Lugar" como uma ideia que poderia ajudar lojas de jogos a se destacarem dos concorrentes on-line. Quando Ramoñ Nogueira, um membro da WPN de João Pessoa, na Paraíba, leu o livro no site da WPN, ele decidiu testar os princípios da teoria do terceiro lugar em sua loja. Sem enormes investimentos em espaço ou materiais, ele foi capaz de revolucionar sua atmosfera de maneiras que imediatamente fortaleceram a sua comunidade e seu negócio. Essa é a história dele.

Mesmo antes de abrir minha loja, sem saber de verdade, a ideia do terceiro lugar já tinha um grande impacto na minha vida.

Há alguns anos, eu estava lutando contra a depressão devido a dificuldades pessoais e profissionais. Eu não queria ficar em casa. Também não queria ir trabalhar. Eram coisas que fazia por necessidade.

Então comecei a ensinar um aluno que jogava Magic: The Gathering. Através dele, encontrei uma nova comunidade.

Na época, não havia uma loja de jogos na minha área. Em vez disso, jogadores de Magic se reuniam na praça de alimentação de um supermercado. E lá se tornou onde eu queria estar quando não estivesse em casa ou no trabalho.

Era o meu Terceiro Lugar.

O tempo passou, uma loja de jogos abriu na minha cidade e o sentimento só aumentou. Eu levava meu filho recém-nascido comigo para a loja para conhecer os jogadores, almoçar, jogar umas partidas e trocar cards. Eu ficava muito animado para encontrar meus amigos do Magic, não pela competição, mas para testar novas ideias e jogar com o deck que eu tivesse vontade.

Anos depois, eu mesmo me tornei um proprietário de loja.

E claro que eu queria proporcionar às pessoas um lugar agradável para que pudessem se encontrar e jogar. Mas quando se está ocupado administrando um negócio, às vezes coisas óbvias passam desapercebidas.

Eu havia esquecido exatamente o quão importante a comunidade era para mim como jogador.

Eu estava pensando mais nos produtos do que nas pessoas.

Mas então eu li o artigo da WPN sobre a teoria do Terceiro Lugar.

Meu foco mudou completamente.

Eu compartilhei um resumo do conceito na página da loja no Facebook. Me comprometi com meus jogadores a "cumprir isso" dali em diante.

Incentivei nossos clientes a virem para a loja não só para eventos, mas sempre que quisessem relaxar um pouco.

Comecei a pensar com mais cuidado sobre o que os clientes precisariam para passar melhor o tempo na loja. E cheguei à conclusão que escolhíamos estar em lugares fora de casa e do trabalho em busca de entretenimento.

Então comecei a buscar meios de entreter ativamente meus clientes.

Fiz um esforço para criar uma atmosfera informal que fosse amigável em relação a jogadores de todos os níveis, com eventos que ofereciam uma premiação mais igualitária e incentivos a iniciantes.

Nós lutamos para fazer da loja um lugar ao qual qualquer um pudesse trazer a família. Eu mesmo tenho um filho de 5 anos de idade. E claro, eu quero que ele se sinta bem no meu local de trabalho. Se eu consigo transformar a loja em um lugar confortável para meu próprio filho, tenho certeza que meus jogadores informais se sentirão do mesmo modo.

No início eu estava sempre na loja, conversando com os clientes. Mas como proprietário da loja, era impossível ficar relaxando com meus clientes o tempo todo. Em vez disso, eu separo tempo todos os dias para que meus funcionários possam interagir com os clientes, de modo a entender melhor suas necessidades e interesses.

As mudanças tiveram um enorme sucesso.

Começamos a receber pedidos de pessoas querendo comemorar aniversários e realizar outros eventos em nossa loja.

Nós nos tornamos muito mais que uma loja de jogos; nos tornamos um lugar onde pessoas podem se reunir.

Claro que há desafios, especialmente quando se trata de responder aos jogadores "competitivos" de nossa comunidade. Entretanto, ajudei-os a entender que quanto mais fizermos do Magic um entretenimento casual, mais jogadores conseguiremos atrair para nossa comunidade. Afinal, o tamanho da premiação é diretamente proporcional ao tamanho da comunidade ativa.

Para continuar assim, nos esforçamos para manter a comunicação constante com nossos clientes através das redes sociais e de outras ferramentas.

Enquanto demonstrarmos interesse por nossos jogadores, eles parecem demonstrar interessados em estar na loja e esse compromisso mútuo vem ajudando nossa loja a crescer.

Dados da loja: Mulligan Geek Store

  • Local: João Pessoa, Paraíba, Brasil (População: 720.954)
  • Nível na WPN: Nível Advanced
  • Idade: 18 meses
  • Tamanho: 70 m²
  • Site: www.mulligangames.com.br

Por Ramoñ Nogueira

Dúvidas Frequentes

Encontre respostas para as dúvidas mais comuns sobre a Wizards Play Network

Tem alguma pergunta?

Fale conosco!